A garota Birkin

Todo artista se sai melhor quando vive perto de inspirações. Para a maioria deles, não tem inspiração tão forte quanto a personalidade de uma mulher. Por isso que os criativos de todos os tipos estão sempre cercando das musas inspiradoras mais irresistíveis.

Jane Birkin é uma atriz e cantora inglesa que viveu na França desde os anos 60, onde virou ícone de estilo e símbolo da libertação sexual da época por seu romance arrebatador com o musico Serge Gainsbourg – que foi escancarado no dueto que o casal fez na música Je TÁime Moi Non Plus. (Curiosidade: A música foi escrita por Gainsbourg anos antes para sua atual amante Brigitte Bardot que não quis gravar a canção por medo do escandalo que seria)

Do romance do casal nasceu Charlotte Gainsbourg, que seguiu os passos da familia e virou atriz e cantora. Ela protagoniza ao lado de Kristen Dunst o filme Melancolia, de Las Von Trier.

Nós bem sabemos o que o charme, delicadeza e força de uma mulher podem provocar, mas algumas mulheres foram tão impactantes que ganharam homenagens eternas. E não tem obra de arte melhor para dedicar a uma mulher que uma it bag né? Que dirá a it bag mais famosa do mundo.

Em 81, Jane se sentou ao lado de Jean-Louis Dumas em um avião. Dumas – filho do fundador da Ermes, era na época o chefe executivo e diretor de criação da marca e indagou a moça sobre ela não ser vista por ai com bolsas de marca.
Jane, toda despretensiosa contou que não achava bolsas práticas, que preferia levar suas coisas em cestas (que nem a chapeuzinho vermelho fazia) porque eram maiores. Dumas então disse que criaria uma bolsa que fosse perfeita para ela. O modelo agradou a moça que passou a usa-lo em tudo quanto é canto, e também cedeu seu nome a ele.

A Birkin é ate hoje uma das bolsas mais cobiças (e copiadas) do mundo e sua versão mais barata chega a cerca de 5 mil euros.

Ainda assim a bolsa vende que nem pão quente – todas as remessas que chegam as lojas da Hermes esgotam rápido e tem ate fila para adquiri-las porque não são vendias para qualquer um. Rolam boatos de que as vendedoras negam a existência da bolsa nas lojas para clientes que não se encaixam no perfil da marca. História contada no livro Bringing Home the Birkin, que relata a saga do autor, Michel Tonello – que usou truques para adquirir várias bolsas Birkin e revender no Ebuy. Hoje em dia ele já foi pego e não é la bem recebido se tentar comprar um modelo na Hermes.

Birkin não foi a primeira nem a útilma mulher a marcar o mundo com sua it bag.
Em 1955 a Hermes nomeou um de seus modelos a princesa Grace Kelly, bolsa que ela usou para cobrir a barriga durante as suspeitas de gravidez, dando um incentivo a mais para todos não tirarem os olhos do modelo.

Em 1961 foi a vez da Gucci nomear um modelo a sua usuária mais fiel, Jaqueline Onassis. A mulher que é vista como o maior exemplo de elegância que ja tivemos. A Jack Bag é ainda o modelo mais comprado da marca.

Em 1995 outra princesa ganhou uma lembrança na lista das bolsas mais famosas do mundo. A Dior nomeou seu modelo mais conhecido, a Chouchou como Lady Dior para homenagear Lady Di, a amada princesa da Inglaterra que também não desgrudava do seu modelo.

Mais recentemente, a apresentadora Alexa Chung – constantemente eleita a mulher mais bem vestida do mundo por várias listas por ai ganhou da Mulberry um modelo inspirado nas bolsas estilo pasta de carteiro que ela sempre usava. Alexa virou a garota propaganda ideal do modelo, e como é um dos icones de estilo mais

Conhece outras It Bags que levam o homenageiam mulheres inesquecíveis? Comenta para gente conhecer também!

Fotos: Reprodução