As grandes perdas do The Voice e o nosso favorito

Se tem uma coisa que eu gosto nessa vida, é programa de calouros internacional. Foi preciso dizer internacional porque aqui no Brasil nunca conseguiram fazer um bem feito, mas lá fora o negócio é lindo.

Pessoas incrívelmente talentosas – que talvez nunca tivessem sido ouvidas de outro jeito, performances super bem produzidas, escolhas muito legais de músicas e jurados relevantes. Se com o já cansado American Idol eu me empolgava, imagina um programa que tem Christina Aguilera, Cee Lo Green, Adam Levine e (o antes ignorado, agora amado) Blake Shelton?

É minha grande razão de viver esperar cada episódio de The Voice, por isso é triste ver a reta final chegando. Mas é também muito animador ver como o programa foi bem nessa temporada. Ainda melhor que na primeira temporada, o nível das performances e dos concorrentes está absurdamente bom. Aí o que acontece é que a gente acaba torcendo para mais de uma pessoa e tem que sofrer várias vezes quando vão saindo.

Apesar de achar que os 2 finalistas de cada time não podiam ter sido melhor filtrados, tiveram algumas perdas bem dolorosas nesta temporada, desde a fase do ringue.

5 Justin Hopkins

Por algum motivo eu tenho a impressão que ele faria performances incríveis se tivesse ficado e lançaria um álbum muito bom. Ele tem uma presença de palco muito estimulante e uma voz muito boa, não no estilo acrobacias vocais, mas que tem um tom especial.

Aliás, eu tenho certeza que ele lançaria um álbum bom porque ele já lançou e eu adorei várias músicas. Ouça todas! Mas a melhor é Love on the radio.

4 James Massone

O Lady Killer #2 tinha uma voz muito única e relaxante e o que ele é charmoso né? Surpreendentemente, porque a primeira vista você não dá nada para ele, mas realmente ele ganhou todas as garotas. Entendi o motivo da saida dele, realmente todas as performances acabaram ficando meio iguais, mas eram todas boas com aquele jeito dele de cantar, então ele vai fazer falta.

3 Tony Vincent

Ele saiu porque o Cee Lo escolheu uma música bem nada a ver para ele cantar na primeira performance ao vivo. Álias, o Cee Lo e o Adam mandaram muito mal nas escolhas das músicas desta primeira fase ao vivo. Complicaram todos do seu time.

Ele é muito diferente, esquisito e broadway eu amei ele, apesar de ele ter um jeitinho meio prepotente, mas realmente dava para ter feito coisas muito mais legais com ele, Cee Lo errou feio.

2 Lex Land

A voz mais especial de todos os selecionados nas Blind Auditions. Achei que o Blake escolheu mal, apesar de a Charlotte ter sua graça, não tinha como ganhar da Lex, que acho que seria muito versátil nas performances ao vivo e teria ido longe.

1 Rae Lynn

Amo a RaeLynn loucamente, está difícil viver sem ela. Entendi a decisão, também teria escolhido a Erin, mas é uma pena ter que ficar sem ela.

RaeLynn tem um jeitinho todo lolita caipira que não dá para resistir e para a idade dela (17) ela é absurdamente preparada, se dá muito bem no palco e os figurinos? Como disse Christina Aguilera “Você me faz querer cantar country”.

Mesmo tendo perdido tantos favoritos no programa, o legal é que o participante que eu mais torci desde as Blind Auditions ainda está no rolê. Chris Mann é meu favorito. Não consigo não achar ele absurdamente diferente e promissor, adoro a cara de feliz que ele faz quando está em frente as câmeras e ele é o que se mostra mais grato pelo que aprende com a Christina, que na verdade é a melhor coach mesmo.

Vou querer os CDs de muitos deles mas não tenho tantas expectativas quanto para ele. Sou louca na Katrina e na Lindsey mas estou com Chris Mann. Ah, e o Toni Luca que como a Xtina mesmo disse é bem sem gracinha e sempre igual ganhou meu respeito com o cover de Baby One More Time, afinal vocês sabem, eu vivo para momentos de união de Britney e Christina por mais remotos que sejam, mas vamos ver se ele continua com a sorte.

Eu amava o Pip também mas ele fez péssimas escolhas de música para as performances ao vivo então mereceu. E acham que Xtina é doida, mas ela sabe direitinho o que faz. O Jessie Campbell era o cara mas nem fez falta.

Fotos: Reprodução

Matérias Parecidas