Starbucks passa a usar corante à base de inseto

Mesmo alegando só estar preocupada com a saúde de seus consumidores a Starbucks acabou desagradando muitos de seus clientes. A cafeteria mais famosa do mundo admitiu que o corante utilizando para fazer seu Frapuccino de Morango é feito de extrato de cochonilha – que é extraído de insetos, segundo eles, sua intenção era apenas eliminar a utilização de corantes químicos, para proporcionar produtos mais saudáveis e de origem natural.

Ingredientes Frapuccino Morango da Starbucks

Foto: Reprodução thisdishisvegetarian.com

Mesmo o corante sendo considerado seguro para consumo pela FDA (Food and Drug Administration),  a sua utilização desagradou tanto quanto os clientes não veganos como os veganos também. A comunidade vegana está bastante incomodada e apelidou a rede de cafeterias de Starbuggs (“bug” é inseto em inglês) e está ameaçando até fazer um boicote.

A Starbucks se pronunciou e esclareceu sua postura em relação a produtos veganos que eles poderiam oferecer.

“Na Starbucks nós nos esforçamos para levar produtos que atendam a variados estilos de vida e necessidades. Nós também temos o objetivo de reduzir o uso de alimentos artificiais em nossos produtos… Muitos ingredientes podem ser combinados para criar uma bebida livre de produtos de origem animal, no entanto, nós somos incapazes de garantir isso por conta do potencial de contaminação cruzada com outros produtos em nossas lojas”

E aí, Vale a pena utilizar algo de origem animal para diminuir o uso de produtos artificiais?

Fonte: ABC News

Fotos: Reprodução

Matérias Parecidas