Taylor Swift é a mulher do ano para a Billboard

E continuam discordando de Kanye West, desde 2009 Taylor Swift está acostumada a ser a que mais leva prêmios para casa em todas as premiações americanas, também a pegar os primeiros lugares dos charts no mundo todo e aparecer nas listas de álbuns mais vendidos. O último Speak Now, lançado em outubro do ano passado, já estreou como o mais vendido na Billboard 200, vendendo uma milhão de cópias na sua primeira semana. Nos tempos de hoje, isso a torna um fenômeno quase inexplicável se não fosse pela sua adorável cara de Barbie e suas músicas para ex namorados famosos (Mesmo com Taylor negando, o ábum claramente tem músicas para Taylor Lautner, John Mayer, Joe Jonas e sabe se lá mais quem).

Mas Speak Now não é só feito de polemicas e pop romântico. Todo escrito por ela mesma, o álbum tem grandes músicas e mesmo que esteja mais para pop que country (categoria que Taylor diz se encaixar), traz boas músicas de ambos os gêneros. Taylor pode se orgulhar de ser a responsável por colocar o country em foco novamente.

Seja qual for a formula, Taylor fecha mais um ano bem sucedido na sua carreira e na sua conta bancária e ninguém parece ter cansado dela ainda. Ano que vem tem mais.

A revista Billboard dedicou a ela, a capa da edição voltada para as mulheres na música e declarou Taylor Swift, a mulher do ano. Ela é a artista mais jovem a ganhar esse título. Só não sei se tiraram a foto dela mesmo ou da estátua de cera no Madame Tussauds.

Claro que a publicação não esqueceu de mencionar Adele a grande reviravolta da música em 2011.

Fotos: Reprodução

Matérias Parecidas